Qual é o seu limite?

No momento em que escrevo estou no meio da leitura de dois livros: Bilionários, do Ricardo Geromel (sim, ele é irmão do Pedro Geromel, jogador de futebol) e a biografia de João Uchôa Cavalcanti Netto, fundador da Universidade Estácio de Sá, escrita pelo Elias Awad.

Bilionários – Ricardo Geromel

No livro do Geromel, ele diz que uma boa parte dos bilionários, com exceção daqueles que são herdeiros, todos os outros obtiveram seus bilhões através do empreendedorismo nas mais diversas áreas. Muitos deles partiram para montar seu próprio negócio porque queriam ser donos do próprio nariz e enriquecer mais rapidamente, visando uma qualidade de vida melhor para si e sua família. Para isso, dedicam muitas horas do seu dia ao trabalho. Como forma de atestar esse fato, ele compartilha um texto escrito pelo Flávio Augusto, do Geração de Valor, que você pode ler na íntegra no link abaixo:

Se eu tivesse aprendido isso há 20 anos…

No caso de João Uchôa Cavalcanti Netto, tanta dedicação ao trabalho e a universidade que criou resultaram em dois divórcios, já que ele passava tempo demais envolvido com suas atividades e acabava ficando distante da sua família.

João Uchôa Cavalcanti Netto – Elias Awad

51VpTpZKHCL._SX346_BO1204203200_

Como sei que muitos que estão na blogosfera de finanças e investimentos tem o sonho de obter a independência financeira o mais rápido possível, trabalhando muito para isso, fica aqui a minha pergunta: vale a pena?

Será que é melhor trabalhar muito, colocando em risco sua saúde física e emocional, seus relacionamentos com seus entes queridos para poder se “aposentar” rapidamente, em poucos anos, ou é melhor ir mais devagar, trabalhar menos mas poder ter tempo de qualidade com sua família e amigos?

Sinceramente, sou mais adepto do segundo ponto. Mas talvez seja pela minha profissão, pelo meu tipo de trabalho. Uma pessoa que tenha altos rendimentos e que consiga ganhar ainda mais se dedicando mais tempo ao trabalho pode preferir a primeira opção. Pode ser que daqui algum tempo eu mude de opinião, por estar lidando com outra realidade.

A verdade é que talvez não exista uma resposta certa. Vai depender de cada pessoa, de como cada indivíduo lida com os bônus e com os ônus de suas escolhas.

E você? Qual seu plano? Mais trabalho ou mais família? Mais dinheiro ou mais tempo de lazer? Aposentar mais cedo ou mais tarde?

FAIXA BÔNUS: no player abaixo você pode ouvir a participação do Ricardo Geromel no Lídercast, ou então ler a transcrição da conversa diretamente no Portal Café Brasil.

$$$$$$$

LOJA MENTORIA BEBLUE CLUBE VIDA RICA | CANAL NO TELEGRAM

Anúncios

4 comentários em “Qual é o seu limite?

  1. Fala Marcelo!
    Muito bom o texto! Não tinha ideia que o irmão do Geromel era do mercado financeiro, muito menos escritor.
    Pela barra que o pai deles passou, deve ter sido decisivo no ensinamento do valor do dinheiro aos filhos.
    E certamente o Ricardo é quem gerencia a carteira do irmão, e de outros boleiros também.
    Mas sobre o lance do tempo, achei bem interessante a indicação do livro. Vou inclui-lo na proxima compra.
    É fundamental haver um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, mas principalmente: descobrir o quanto antes que isto é o segredo de uma vida feliz e saudável. Ou para os mais niilistas, uma vida com menos sofrimento.
    Meu sogro inclusive está passando por uma situação similar (não soube a hora de parar, passou a vida inteira trabalhando além de ser da geração bricklover), e é bem triste ver o que esta ocorrendo e não poder fazer algo pra ajudar, que não seja apenas distraí-lo com assuntos de menor importância.
    Aproveito pra deixar uma outra indicação na mesma linha, e que me ajudou bastante a descobrir isso: “Trabalhe 4 horas por semana” do Thimothy Ferris.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.