Adeus, previdência

“Investir é arriscado, mas não investir é muito mais! Aquele que não investe está nas mãos do governo e da sorte. Dependerá sempre do empregador, de algum familiar ou do Estado. É muito difícil dizer o que é pior.” – Fernando Mizobuti

Saudações, caros leitores!

Hoje é sexta-feira, o tradicional dia de falar sobre livros aqui no Vida Rica.

A obra de hoje é Adeus, Previdência: prepare-se para aposentar por conta própria ou encare as consequências.

Acredito que o título é autoexplicativo. O livro aborda as diferentes maneiras que você pode investir no Brasil de forma a garantir uma velhice tranquila, independente de qualquer reforma de previdência pública que seja feita. A ideia é que cultivando bons hábitos de gastos e economia durante sua vida produtiva, você possa desfrutar da sua aposentadoria sem maiores sobressaltos, sendo sustentado pelo patrimônio que acumulou durante toda a sua carreira.

O livro vai do negativo ao milhão: começa explicando como quitar as dívidas, depois passa pela formação da reserva de emergência, pelos investimentos em renda fixa, finalizando com os investimentos em renda variável. É uma linha do tempo bem simples de entender. A leitura é fácil e, como o próprio autor fala, não é preciso entender nada além de matemática básica para compreender o conteúdo do livro.

Abaixo, alguns trechos interessantes:


No ano de 2009, ao ser nomeado para um cargo público em que receberia quase o dobro do meu salário anterior, percebi um fenômeno estranho: as pessoas que ganhavam mais, inclusive mais do que eu, muitas vezes tinham uma condição financeira ruim, possuíam dívidas e acumulavam déficits enormes em seus orçamentos, quase sempre gastando muito mais do que ganhavam. Comecei a prestar mais atenção tentando buscar as causas de tal situação, e invariavelmente a má gestão dos recursos vinha em primeiro lugar.

Não diga sim a todos os pedidos das pessoas, especialmente para os pedidos de dinheiro, pois um sim para os outros representa um não para você e seus objetivos e sonhos.

O que recebe juros poderá consumir mais com o mesmo gasto ou consumir o mesmo gastando menos.
 
As pessoas consomem uma infinidade de coisas simplesmente porque as outras pessoas de seu convívio social o fazem.
 
os servidores públicos são os cidadãos mais endividados do Brasil. Apesar de possuírem renda acima da média do brasileiro, os gastos excessivos e a facilidade de acesso ao crédito somados a uma confiança em relação ao emprego culminam em endividamento.
 
As dívidas estão entre as maiores causadoras de divórcios no Brasil e são uma das maiores causadoras de depressão e suicídio no mundo. Famílias brigam e se desfazem por dívidas.
 
Melhor do que atribuir a outros a responsabilidade pela sua aposentadoria é preparar você mesmo as condições para uma terceira idade mais tranquila.
 
A grande habilidade que deve ser desenvolvida pelo investidor é enxergar o valor nos ativos. É esse talento que, em última instância, separa os bons investidores dos demais.
 
Não despreze a renda fixa, pois ela será seu porto seguro nos momentos de turbulência do mercado e consequentemente dos ativos de renda variável.
 
Não tente buscar as causas da variação dos preços dos ativos na bolsa. O máximo que você conseguirá serão mentiras sinceras, ilusões e talvez uma bela dor de cabeça.
 
Existe um preconceito entre os não investidores que faz com que eles acreditem que, para investir, é necessário ser economista, contador ou administrador. Nada mais equivocado, pois todo o conhecimento que você precisa para começar a investir é aprendido no ensino fundamental: regra de três simples e juros compostos.
 
O ideal é que você deixe os preços de lado na análise, ao menos inicialmente. Foque na qualidade da empresa, da gestão e na geração de caixa. Começar com foco em preços te levará ou a deixar à qualidade em segundo plano ou se estressar com os movimentos do mercado e vender em momentos indevidos.
 
Siga seus valores e viva da maneira que achar mais adequada. Aceite as consequências dessas escolhas, seja grato e ao mesmo tempo esqueça a ideia de que alguém lhe deve algo, seja os seus pais, o patrão ou o governo (talvez o cunhado deva alguma coisa).

 

O livro está disponível na Amazon, no link abaixo:

ADEUS PREVIDÊNCIA – FERNANDO MIZOBUTI

51sx4fciwql

$$$$$$$

Se você gosta de ler, participe do nosso clube de leitura, basta se inscrever no link abaixo:

Clube do Livro no Facebook do Café Resiliente

$$$$$$$

Também estamos no YouTube e no Instagram!

$$$$$$$

LOJA MENTORIA BEBLUE CLUBE VIDA RICA | CANAL NO TELEGRAM

 

 

Anúncios

4 comentários em “Adeus, previdência

  1. Olá Marcelo!

    Este autor é parte da equipe do Bastter.com? Eu não sou familiarizado com o staff dele…

    Anyway, a mensagem de não depender da previdência social é mesmo poderosíssima. Sempre penso que, dada qualquer situação, ser independente é a alternativa mais poderosa. Então claro que a reforma é polêmica, que poderá beneficiar ou prejudicar muitos, mas se existe a alternativa para se aposentar sem ela (através de investimentos, por exemplo), eu vou optar por isto.

    Esta frase do Mizobuti me lembrou um outro ditado que ouvi uma vez quando estava aprendendo a jogar xadrez: “se você não expandir seu jogo, irá perder encurralado.”

    Obrigado pela dica do livro, fica nas próximas idéias pra ler.

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Marcelo, ainda não li este livro, ja anotei para ler nos próximos meses. A primeira fase é bem isso mesmo, as pessoas têm medo de investir, mas não percebem que o mais arriscado é não investir. Ou melhor, tem medo de investir em ações, mas não tem medo de “investir” na poupança. Se soubessem o quão arriscado é a poupança (por causa da perda do poder de compra), apenas os corajosos e os loucos deixariam a maior parte do patrimônio na poupança. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.