Casa organizada

Saudações, bagunceiros e bagunceiras!

O livro de hoje é para quem se desespera cada vez que entra em casa, tentando achar uma solução para o caos que ali se instalou: Casa Organizada: A arte da organização para transformar a casa e a rotina de quem não tem tempo, da Thais Godinho.

O livro ensina como dar um jeito na bagunça da sua casa, por mais caótica e catastrófica que a situação possa ser. O processo tem cinco passos, começando por eliminar as coisas que não se usa mais, seja doando, seja jogando no lixo, indo até a parte de manter as coisas em ordem depois que tudo foi arrumado e organizado.

Gostei do livro e já estou colocando algumas dicas em prática. Espero que com o tempo os efeitos sejam cada vez mais visíveis aqui na minha humilde residência.

Abaixo, alguns trechos bacanas do livro:

Lembre-se também de que organização é diferente de arrumação. Organizar é encontrar soluções – arrumar é apenas colocar no lugar.

Organizar a casa tem a ver com a funcionalidade dela. É você precisar da chave e encontrá-la em menos de 10 segundos. É buscar um documento e não precisar revirar suas pastas para encontrá-lo. É, acima de tudo, proporcionar conforto e tranquilidade para você e sua família no dia a dia.

Devemos pensar num fato incontestável: quando morrermos, não levaremos nada. Vale a pena ter a casa entulhada de coisas e viver frustrado(a) para o resto da vida?

Para qualquer coisa na vida, se você acha que “dá trabalho”, pergunte-se primeiro qual sua motivação para fazer aquilo. Se não for suficiente, não vale a pena. Se for, não encare como trabalho, mas como parte da sua vida, como algo que você tem de assumir a responsabilidade e fazer para que você e todos ao seu redor possam ficar bem.

“Ninguém ajuda ninguém nas tarefas de casa. Quem mora na casa deve ajudar. É trabalho em equipe.”

Em primeiro lugar, devemos pensar que a casa deve nos servir, e não o contrário.

Essa é clássica! “Tenho esse lindo jogo de pratos ingleses que era da minha avó, mas tenho dó de usar, guardo só para situações especiais”; “Esse vestido custou muito caro, vou usar somente se a rainha da Inglaterra vier aqui em casa”; “Comprei esse sapato, mas tenho dó de usar, estragar e acabar”. Você se identificou com alguma dessas frases? Por favor, aproveite sua vida. Use as coisas que você tem. Do contrário, elas são tralhas.

O conceito de bagunça tem mais a ver com negligência que com a arrumação em si. Portanto, utilize os parâmetros anteriores para identificar focos de bagunça na sua vida e elimine-os. Viver sem bagunça é apenas melhor, e a bagunça mental é altamente influenciada pelo espaço físico em que você vive.

Dê o exemplo. Ao ver o que você está fazendo e entendendo as suas razões (veja a lista de benefícios), fica mais fácil convencer marido, esposa, mãe, pai, filhos a entrarem na onda. Abra mão do perfeccionismo. É melhor uma louça lavada de um jeito que você não gosta do que ter de lavar a louça de todo mundo. Não brigue.

Quando eu montei o quarto do meu filho, comprei muita parafernália desnecessária, como a maioria das mães de primeira viagem. O maior problema disso tudo é perder de vista a funcionalidade do quarto, que precisa atender às necessidades do bebê que vem aí.

Estabeleça um limite de acordo com o espaço. Se você só pode ter cem livros, sempre que chegar a esse número, doe alguns para poder comprar outros. Estabelecer limites de espaço é um grande conceito-chave para a organização da casa.

Toda vez que estiver organizando, arrumando ou limpando a casa, envolva a criança no processo. Explique o que está fazendo e peça ajuda. Isso pode ser feito com crianças em qualquer idade. Meu filho de 2 anos me ajuda a pendurar a roupa, por exemplo. Basta tornar a tarefa divertida.

De nada adianta pedir para seu filho recolher o que está fora do lugar, se você é um(a) bagunceiro(a) de mão-cheia. Assim como não adianta pedir que seu filho leia um livro, se você nunca pega em um. As crianças aprendem muito com os exemplos que têm em casa. Veja a responsabilidade que temos! Com relação à organização, dê o exemplo. Se a criança vir que você está sempre organizando, limpando o que sujou etc., certamente ficará propensa a fazê-lo também.

Sua casa é um organismo vivo e a organização nunca tem fim.

Se ficou interessado, pode comprar o livro no link abaixo:

CASA ORGANIZADA – THAIS GODINHO

41k3zlurmal._sx331_bo1204203200_

Se você ainda não tem o Kindle, pode baixar os aplicativos para PC, tablet ou smartphone neste link!

Até semana que vem, com mais um livro!

cropped-porco-avatar1

Gosta de ler? Assine o Kindle Unlimited e tenha acesso à milhões de livros por apenas
R$ 1,99 nos três primeiros meses! Ou assine o Amazon Prime e tenha acesso ao Prime Reading, onde pode alugar até 10 livros, revistas ou periódicos simultaneamente!

cropped-porco-avatar1

Para aprender mais sobre imóveis, compre meu livro:

Tijolos – Tudo o que você precisa saber antes de alugar, comprar, vender ou financiar um imóvel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.