Dia dos namorados na quarentena (e uma sugestão de presente)

dia dos namorados

Veja como a pandemia causada pelo coronavírus irá interferir nos planos dos casais no próximo dia 12

O mês de junho chegou e com ela uma data muito importante para o varejo brasileiro. O dia dos namorados é uma das datas que mais movimentam as vendas no país, perdendo apenas para o natal e o dia das mães. Porém, esse ano, a celebração dos casais ganha um enredo completamente diferente. Graças ao Covid-19, popularmente chamado de coronavírus, se espalhou pelo mundo fechando lojas, cinemas e restaurantes românticos.

Por conta da quarentena, os planos dos casais mudarem drasticamente, influenciando diretamente no consumo que a data trás. Se antes era fácil para um rapaz, com alguns dias de antecedência, comprar uma caixa de bombons e um buquê de flores, agora, ele terá que arrumar outro jeito de presentear a pessoa amada.

Por que há tanta certeza que serão feito compras de dia dos namorados? Uma pesquisa feita pela Social Miner apontou que 57% dos entrevistados pretendem sim celebrar a data. Há muitas outras maneiras de celebrar a data do que sair para lugares super românticos.

Entre as pessoas que estão dispostas a celebrar essa data, 67,2% dos entrevistados pretendem comprar presentes, sendo que 31,8% irão recorrer ao e-commerce. Com a maioria das cidades ainda com quarentena, as lojas ainda não estão abertas para receber o público.

Uma outra pesquisa sobre o dia dos namorados foi feito pela Azulis, empresa do Grupo Red Ventures, que também conta com outras startups como o Iq e a Onze Previdência, apontando algumas novas formas formas de consumo que o coronavírus impôs aos casais. Coletando a respostas de 5686 pessoas que estão em um relacionamento, foi possível identificar mudanças na forma de dar presentes do ano passado em comparação esse ano. Ao invés de comprar flores, roupas e jóias, a tendência será a produção manual de presentes.

No ano passado, 36% dos entrevistados colocaram a mão na massa para criar o próprio presente. Já neste ano, essa mesma resposta foi dada por 82%. Para muitas pessoas, não está valendo a pena tirar o dinheiro do bolso e investir num presente caro. Fazer pode dar muito mais trabalho, mas também muito mais barato.

Os presentes mais clássicos e fáceis de comprar no shopping, por exemplo, não será a tendência. Enquanto 70% dos entrevistados compraram flores no ano passado, agora 49% vão. Já as roupas, que era a preferência de 77,5% dos apaixonados, apenas 37% vão investir nisso.

Outra mudança de hábito de consumo para o dia dos namorados que a pesquisa apontou foi em relação ao programa na noite do dia 12. As atividades caseiras cresceram exponencialmente, enquanto os restaurantes e cinema foram praticamente descartados.

Atividades, como assistir lives, maratonar séries e fazer um jantar romântico dentro da própria casa cresceram mais de 50%. Não é por coincidência que são atividades que custam mais barato.

Um último dado que mostra de que haverá consumo no dia dos namorados, porém, moderado, é quanto os casais estão dispostos a gastar. A pesquisa apontou que 63,5% dos entrevistados que pretendem gastar, vão desembolsar no máximo R$ 240. Um valor baixo para uma das datas que mais movimentam o comércio brasileiro.

Uma coisa é fato: haverá celebração sim entre os casais no dia 12 de junho. Será de uma forma mais econômica e caseira. É uma prova que mostra como o amor está por cima de qualquer valor.

A pesquisa foi formulada pela Azulis, empresa do Grupo Red Ventures, que conta com outras startups como o Iq e a previdência Onze

Minha sugestão de presente

Vocês que leem o Vida Rica sabem que adoro livros, e acredito que eles são uma ótima opção de lazer e aprendizado. E como estamos na semana do Dia dos Namorados, vou indicar um livro que combina tanto com romance quanto com finanças: Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, do Gustavo Cerbasi. Foi o segundo livro que li sobre educação financeira, logo depois de Pai Rico, Pai Pobre, e me ajudou muito, principalmente no meu então namoro e agora casamento. Se hoje meu relacionamento vai bem nessa área, muito disso é por causa desse livro.

Um feliz Dia dos Namorados a todos os leitores do Vida Rica!

cropped-porco-avatar1

Gosta de ler? Assine o Kindle Unlimited e tenha acesso à milhões de livros por apenas
R$ 1,99 nos três primeiros meses! Ou assine o Amazon Prime e tenha acesso ao Prime Reading, onde pode alugar até 10 livros, revistas ou periódicos simultaneamente!

cropped-porco-avatar1

Para aprender mais sobre imóveis, compre meu livro:

Tijolos – Tudo o que você precisa saber antes de alugar, comprar, vender ou financiar um imóvel

cropped-porco-avatar1

Aprenda sobre educação financeira de forma rápida, clara e objetiva com meu segundo livro:

As três lições: Um pequeno livro sobre educação financeira

2 comentários em “Dia dos namorados na quarentena (e uma sugestão de presente)

  1. Aqui em casa dia 11 é aniversário de casamento e dia 12 é dia dos namorados. Eu podia ter casado dia 12, né? Seria um domingo. Por isso optamos pelo 11.

    Ela ainda não sabe, mas teremos flores, almoço legal e filme pra terminar.
    Domingo comprei uma cesta de café. Espero que ela tenha planejado alguma refeição hehehe

    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.