O que eu olho na hora de escolher fundos imobiliários?

pexels-photo-443383.jpeg
Foto por Juhasz Imre em Pexels.com

Dando sequência a trilogia de três textos (olha só, quase um trava-línguas), hoje vou falar sobre as coisas que olho antes de decidir investir ou não em um fundo imobiliário. Novamente, nada aqui é indicação de que você deva fazer o mesmo, estou apenas compartilhando minha experiência pessoal. O que você faz ou deixa de fazer com seu patrimônio é responsabilidade exclusivamente sua.

Vacância

Vacância é o quanto daquele fundo está sem inquilino. Para exemplificar: imagine um shopping que possui 100 lojas, e destas, 95 estão ocupadas. Nesse exemplo, a taxa de vacância do shopping seria de apenas 5%. Quanto menor a taxa de vacância, melhor, já que isso significa que uma porção maior dos imóveis do fundo está locada e gerando renda através de aluguel e outras receitas, como estacionamento e vendas.

Multi/multi

Eu particularmente prefiro os fundos que possuem mais de um imóvel e mais de um inquilino. Quanto mais imóveis e mais inquilinos, melhor. É simplesmente o conceito da diversificação em ação: quanto mais fontes de renda, maior a estabilidade daquele fundo. Claro, nada impede que eu invista em um FII que tenha apenas um imóvel ou um inquilino, mas esse tipo de fundo responderia por apenas uma pequena parte da minha carteira diversificada.

Nada de hospital e escola

Não tenho absolutamente nada contra hospitais e escolas, mas pensando com cabeça de investidor, são tipos de atividades que, em caso de inadimplência, dificilmente deixarão aquele imóvel. Duvido muito que um juiz no Brasil emitiria uma ordem de despejo para um hospital que deixou de pagar o aluguel daquele imóvel. Então, prefiro não investir em fundos dessas atividades.

Sopa de letrinhas

Não olho nada daquela sopa de letrinhas de indicadores, e nem mesmo o preço. Não vejo sentido em analisar essas coisas, já que não pretendo ficar comprando e vendendo FIIs o tempo todo para lucrar com a sua valorização.

Tempo de bolsa

Uma coisa importante é que o FII já esteja no mercado há algum tempo, pelo menos cinco anos. Só assim você tem um histórico do fundo para poder avaliá-lo.

Liquidez

Uma coisa que todo fundo deve ter para ser considerado como opção viável de investimento é liquidez: não tem como comprar alguma coisa que ninguém quer vender.

Fugindo da polícia

Evito fundos que tenham qualquer tipo de problema aparente, principalmente com polícia e judiciário. Tem tanto fundo na bolsa, não precisa comprar os que irão te dar dor de cabeça.

É assim que analiso FIIs antes de investir. E você, em que se baseia para tomar suas decisões de investimento?

Descobrindo as informações

Hoje em dia, com a internet, ficou muito mais fácil saber tudo sobre os fundos imobiliários, com apenas alguns cliques. Deixo abaixo alguns sites que você pode utilizar nos seus estudos. É só clicar no nome que você será redirecionado para cada um deles:

Clube FII

Bastter

Funds Explorer

PalaFIIta

Sugestão de Leitura

Hoje vai ter sugestão em dose dupla!

Para ficar no tema do texto, indico aqui o livro Guia Suno de Fundos Imobiliários, escrito por Marcos Baroni e Danilo Bastos, disponível neste link.

41ixacjf5l

Indico também o livro Fundos Imobiliários, do Fernando Mizobuti, disponível clicando aqui.

51o7gul237l

cropped-porco-avatar1

Gosta de ler? Assine o Kindle Unlimited e tenha acesso à milhões de livros por apenas
R$ 1,99 nos três primeiros meses! Ou assine o Amazon Prime e tenha acesso ao Prime Reading, onde pode alugar até 10 livros, revistas ou periódicos simultaneamente!

cropped-porco-avatar1

Para aprender mais sobre imóveis, compre meu livro:

Tijolos – Tudo o que você precisa saber antes de alugar, comprar, vender ou financiar um imóvel

cropped-porco-avatar1

Aprenda sobre educação financeira de forma rápida, clara e objetiva com meu segundo livro:

As três lições: Um pequeno livro sobre educação financeira

cropped-porco-avatar1

Dinheiro é importante, mas não é tudo! Conheça meu terceiro livro:

Vida Rica: Finanças não é só dinheiro

 

4 comentários em “O que eu olho na hora de escolher fundos imobiliários?

  1. Fala Marcelo

    Meus favoritos! É interessante que, mesmo sendo um ativo relativamente mais simples, muitas pessoas sobrecomplicam a análise, comparando P/VPA, previsões de contrato, etc. Estes pontos que você apresentou realmente são mais que o suficiente para filtrar 95% dos FIIs ruins e medíocres, e fundar a base do cash cow.

    Aguardando o terceiro episódio da série!

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com

    Curtido por 1 pessoa

  2. Curiosamente, são meus critérios também. As vezes tenho sensação que estou perdendo pq o yield fica baixo. Também não gosto de agências bancária.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.