Todas as coisas devem ser pagas duas vezes

Foto por Tima Miroshnichenko em Pexels.com

Postado originalmente em Valores Reais.

Você já parou para pensar que precisa pagar duas vezes por cada coisa que você compra?

O primeiro pagamento, todos sabemos, é feito com dinheiro. Com seu dinheiro. Um livro custa, digamos, R$ 30.

Mas, uma vez comprado o bem, é preciso realizar um segundo pagamento, realizado com seu esforço, sua iniciativa, seu empenho e sua atenção, em tirar proveito de seu bem. Por exemplo, no caso do livro, o segundo pagamento se traduz em hipotéticas 10 horas para lê-lo.

A maioria das pessoas se preocupa apenas com o primeiro pagamento, mas negligenciam o segundo, cujo preço pode ser tão caro quanto o primeiro, pois ele lida, em essência, com o tempo que você gasta para consumi-lo.

O site Raptitude escreveu um ótimo artigo (em inglês) a respeito desse custo oculto embutido nos bens e serviços que compramos, mas para os quais damos pouco ou nenhum valor:

There’s the first price, usually paid in dollars, just to gain possession of the desired thing, whatever it is: a book, a budgeting app, a unicycle, a bundle of kale.

But then, in order to make use of the thing, you must also pay a second price. This is the effort and initiative required to gain its benefits, and it can be much higher than the first price.

O problema da sociedade atual: a cultura do consumo a qualquer custo

É claro que a sociedade atual pouco se importa com o segundo preço: e, por causa disso, cria inúmeras facilidades para que nos concentremos apenas no primeiro preço, fazendo de tudo para torná-lo acessível: pagamento em 18 prestações, empréstimo para pagar, pagamento facilitado dando seu usado como entrada etc. etc. etc.

E nós, como consumidores amadores, normalmente tendemos a cair na armadilha desse consumo desenfreado, e compramos milhares de coisas… para as quais simplesmente não pagamos o devido segundo preço.

O resultado?

Desperdício.

Livros não lidos. Comidas sub-aproveitadas. Roupas pouco utilizadas. Carros que não precisariam ser trocados em intervalos de tempo tão curtos. E a lista só aumenta…

A solução: consumo auto-consciente

Como bem diz David, do blog acima citado, a única solução possível passa necessariamente sobre uma acurada reflexão sobre os impulsos de consumo que nos levam a comprar itens pelos quais pagamos somente o primeiro preço.

Na visão do autor:

“The only solution I can think of is to consciously throw the switch the other way: avoid paying any more needless first prices, and set your lifestyle around paying certain second prices, so you can finally enjoy the long-promised prizes waiting in your bookshelf, storage room, and hard drive”.

Em outras palavras: valorize aquilo que você já temNão faça gastos com coisas: faça as coisas gastarem.

Aproveite os livros que já estão em sua estante e ainda não foram lidos. Agora é hora de pagar o segundo preço por eles, antes de fazer gastos comprando novos livros.

Pegue suas roupas ainda não usadas e… passe a usá-las com mais frequência. Pague o segundo preço por elas. Evite comprar novas roupas.

Evite novas primeiras compras. Ao invés disso, faça o segundo pagamento pelas coisas que já foram pagas com o dinheiro.

Conclusão

Comprar apenas por comprar, sem gastar o devido tempo aproveitando aquilo que você compra, é desperdício puro.

Muitas pessoas passam a vida inteira só acumulando coisas e, quando olham para trás, veem que não gastaram os necessários esforços tirando o máximo proveito dos benefícios potenciais que elas poderiam trazer.

Passe a tomar atitudes de consumo consciente, valorizando ao máximo aquilo que você já tem.

Tudo isso tornará ainda mais significativo cada compra que você fizer, evitando o desperdício.

Pagando um bom segundo preço, você verá que não precisará pagar tantas coisas assim com o primeiro preço. 

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Um comentário em “Todas as coisas devem ser pagas duas vezes

  1. Muito bom Marcelo! Conheço o trabalho do Guilherme do blog Valores Reais há muitos anos. Ele sempre enfatiza o lance de ter consciência ao consumir e tb do ATIVO TEMPO. Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.