Porque a especulação é uma coisa boa

Sempre que se fala em especulação as pessoas associam a palavra com coisas ruins. Quando se fala em especulação imobiliária então, sai de baixo. Parece que todos os problemas das cidades são culpa dela.

Mas, na verdade, a especulação não só é uma coisa boa, como também é necessária para que o mercado funcione e que as coisas evoluam.

Todo empreendedor é um especulador. Ele faz uma aposta, arriscando seu dinheiro e seu tempo em algo que pode tanto dar bons lucros no futuro, como pode faze-lo perder tudo e ter que recomeçar do zero. Mas são esses “especuladores” que compram matéria-prima, contratam funcionários, alugam lojas e galpões, enfim, que fazem a roda da economia girar. Sem eles, nós estaríamos numa situação bem pior agora.

pexels-photo-279166.jpeg
Imaginem o mundo sem o smartphone

Especuladores também são necessários para que as bolsas de valores possam funcionar. Se não existissem milhões de pessoas apostando diariamente na alta e queda das ações, dispostos a comprar e vender esses papéis, as bolsas simplesmente não existiriam.

airport bank board business

E o que falar da especulação imobiliária então? Foi ela que permitiu que as cidades crescessem, que locais antes degradados e abandonados pudessem ser recuperados. Foi um sem número de especuladores que investiu seu dinheiro na abertura de novos loteamentos, bairros, na construção de edifícios, torcendo para conseguir recuperar seu capital no futuro, e com sorte, conseguir lucrar.

aerial shot of houses

Então, da próxima vez que alguém falar mal de especulação perto de você, pense bem se ela tem razão.

Todos nós somos especuladores em alguma medida.

Para terminar, deixo aqui dois textos que tratam sobre o assunto de forma mais ampla:

Você sabe o que é “especulação imobiliária”?

Concorda? Discorda? Deixe sua opinião nos comentários!

 

Anúncios

Saiu a convocação da sua carteira da Copa do Mundo!

Aproveitando que amanhã o Brasil estréia na Copa do Mundo da Rússia jogando contra a Suíça, deixo aqui uma dica de leitura do Clube do Pai Rico. Essa é a seleção ideal dele para a Copa do Mundo:

$$$$$$$

No mês passado, o país parou para ver o anúncio dos convocados para a Copa da Rússia. Você viu?

Se não viu, não tem problema, eu vou lhe dizer quem poderia embarcar na sua carteira para esta Copa ! 😉

Opa … não não, não vou falar da seleção. Ou até vou … Mas será de uma seleção que realmente importa e que pode lhe ajudar a formar patrimônio. (e quem sabe te levar para assistir os jogos das próximas Copas, hehehe)

Papel e caneta na mão e vamos à convocação !! 😀

Goleiro

A sua última linha de defesa. É o goleiro que poderá salvar a partida no último segundo de jogo, caso um ataque inesperado surja e pegue seu time de surpresa. É ele que estará lá para lhe proteger e garantir sua tranquilidade.

#1 Caderneta de Poupança

Não poderia ser diferente. Na hora do “pega pra capar” é ela que está lá. Capital protegido, rendimento garantido, liquidez total. Em uma situação de emergência é com ela que sempre podemos contar.

Como reserva do reserva para esta posição poderíamos escalar a própria conta corrente. Não é o meu preferido … mas pode ser uma proteção extra.

Zagueiros

Aquele que impede que o goleiro seja acionado. A última linha de proteção e que ainda consegue armar uma ou outra jogada. 😉

Pensemos em quem pode nos proteger e ainda render alguma coisa:

#3 Tesouro SELIC

#4 CDB

Investimentos que lhe garante proteção e algum retorno. Nada de excepcional quando pensamos no gol tão desejado. Mas sem eles … ficamos desprotegidos e sem condições de um bom contra-ataque. 🙂

Meio de campo

Ainda com algumas características de proteção, mas olhando pra frente, tentando ligar o ataque, aqui vemos alternativas que oferecem algum retorno, mas que precisam redobrar sua atenção quando resolvem “partir pra cima“:

#5 Câmbio

#7 Tesouro Prefixado

#8 Tesouro IPCA

O câmbio tem uma característica praticamente 100% de proteção. Especialmente indicado para quem tem algum tipo de gasto em moeda estrangeira, mas que também pode ser usado como proteção contra variações cambiais mais fortes. Como goleador … são raras as vezes que vemos um surgindo nessa posição.

Já os Tesouros IPCA e Prefixado estão lá para proteger e trazer rendimento. Quando seguem seu propósito, de ficar até o fim da partida, podem nos trazer retornos BEM interessantes. O problema é que muitos são usados como atacantes … e quando o são, acabam deixando o espaço aberto para contra-ataques. Indo até a linha de fundo garantem o que foi acertado em contrato. 😉

Atacantes

É aqui que a alegria mora ! São os jogadores que irão te trazer os tão desejados gols. É o ataque que irá se destacar e que poderá lhe garantir o campeonato. 😉

#9 FII

#10 Ações

#11 Opções

FII veio para substituir o investimento tradicional em imóveis. Tadinho … se contundiu. 🙁

Os FIIs jogam bonito, trazem robustez para o time e ainda nos proporcionam alguns belos gols. Com a possibilidade de valorização e a geração de aluguel, tem muito time que se preocupa mais com eles do que com os outros atacantes. (antigamente todos queriam e só tinham ele em sua escalação …)

Já as Ações são o nosso camisa 10 ! É ele que vem dando show. É ele que vem arrancando os aplausos da torcida. Quando em boa fase é garantia de espetáculo e de casa cheia ! 😉

Como não podia deixar de ser … o nosso matador, o artilheiro do time é a melhor opção do time ! 😀

As Opções, quando bem usadas, podem garantir o campeonato em apenas uma ou duas jogadas. Muitas vezes está tudo parado … quando vem uma opção e estufa as redes. Surge do nada, com uma explosão maravilhosa e garante a partida. 🙂

E nas laterais ?

Qual é mesmo a função dos laterais ? Isso: ligar todos os setores do time e criar jogadas sempre que possível. Portanto … os nossos laterais serão ligados a Educação !! 😉

#2 Livros

#6 Cursos

SIM ! É a educação que irá lhe permitir organizar o time. É graças ao apoio dos laterais que as coisas andam. Eles “passeiam” entre os zagueiros, o meio de campo e o ataque. São eles ligam uma ala a outra e permitem que as jogadas ocorram. Uma hora mais focados na defesa, outras no ataque, a educação é fundamental para que tenhamos uma carteira que funcione direito, que jogue um jogo bonito, que proporcione um espetáculo.

Tente organizar um time sem a presença dos laterais pra ver o que acontece … 🙄

football formations

Acredite: se você, como técnico deste time, entender como cada um desses jogadores atua, encontrar suas vantagens e desvantagens, terá em mãos um elenco vencedor e que irá garantir o caneco no final do campeonato ! 😉

$$$$$$$

Lá no post original comentei que trocaria o volante, escalaria as Stocks (ações de empresas nos exterior) no lugar do Câmbio. E para você, qual seria a seleção ideal? Deixe sua opinião nos comentários!

$$$$$$$

LOJA | MENTORIA | BEBLUE | CLUBE VIDA RICA | CANAL NO TELEGRAM

Preço não importa

preço importa
“Preço importa!”/ “Não, não importa!”

Se você acompanha a blogosfera financeira brasileira, já deve ter lido vários textos sobre esse tema. Então chegou a hora de dar minha contribuição ao caloroso debate (geralmente, caloroso até demais).

De um lado temos os defensores do “preço importa”, dizendo que é um item essencial na análise para comprar ou não um ativo. De outro, temos o pessoal do “preço não importa”, dizendo que preço é uma coisa irrelevante no longo prazo.

O meu lado

Eu, particularmente, fico do lado do pessoal que diz que preço não importa. Acredito sim que preço é das coisas menos relevantes para se fazer ou não um investimento na bolsa de valores. Eu assumo essa posição por dois motivos principais:

Lógica matemática

Imagine que você pretende comprar, todo mês, 1 mil reais em ações da empresa QWER3, durante 10 anos, totalizando 120 aquisições ao longo desse período.

No primeiro mês, seu aporte será equivalente aos 100% de ações dessa empresa que você tem na carteira. No mês seguinte, equivalerá a 50% do total. No terceiro mês, 33,3%; no quarto, 25%; e assim vai, até o 120º e último mês. No final, cada compra equivaleu a 0,83% do montante total. Logo, o impacto de cada compra no preço médio é mínimo, praticamente desprezível.

Ficar esperando a oportunidade perfeita, aquela queda que te permite comprar algumas ações a mais, no longo prazo vai ter efeito nulo. É ineficiente.

É impossível prever o preço

A menos que alguém tenha uma máquina do tempo, que permita viajar ao futuro, ou uma bola de cristal, é impossível prever o preço, visto que ele é definido pelo mercado, ou seja, milhares de agentes comprando e vendendo aquele ativo o tempo todo. Como você pode prever o caos?

Se você ficar se preocupando com isso toda vez que for comprar um ativo, só vai ganhar estresse e cabelos brancos (se ainda tiver cabelos). Use seu tempo para estudar se a empresa é boa ou não, se dá lucro ou não, se tem um produto bom ou não, enfim, se é uma empresa que tem valor.

No longo prazo, a disciplina nos aportes e o valor aportado vai ser muito mais determinante no valor total do seu patrimônio do que o preço que você pagou pelas ações em cada compra que fez.

Pra finalizar, gostaria de deixar claro que isso que estou falando é voltado para o pequeno investidor, que faz aportes periódicos de pequenos valores, e tem como objetivo o longo prazo, fazendo buy and hold (comprar e segurar). Se você vai fazer um aporte grande de uma vez só, ou quer fazer trade, esse texto não é pra você.

Concorda? Discorda? O preço importa pra você?

$$$$$$$

TENHA DIREITO A CONSULTORIA FINANCEIRA ILIMITADA E CONCORRA A PRÊMIOS, SE TORNANDO UM MEMBRO DO CLUBE VIDA RICA. É SÓ ENTRAR NO APOIA.SE E SEGUIR AS INSTRUÇÕES.